Skip to content

Markup: o que é, importância e como calcular

markup-o-que-e

Dentre as diversas estratégias necessárias para uma boa gestão de empresa, a precificação é uma das mais importantes. Isso por que, qualquer empresário que deseja se destacar deve colocar os seus preços baseados em dados precisos, e não apenas em opiniões do que o mercado pede. 

Um estudo sobre compras online realizado pela Opinion Box, indicou que cerca de 74% dos consumidores consideram o preço como um dos principais critérios de escolha na hora da compra. 

Dessa forma, é indispensável para qualquer empresário que deseja melhorar as suas vendas, se ancorar em metodologias para uma precificação assertiva, como no caso do markup.

Mas afinal, no que consiste essa estratégia de precificação? Pensando em responder essas e outras questões, nossos especialistas prepararam esse texto para que você saiba sua importância e como calcular. 

O que é o markup? 

O markup é uma métrica de precificação de produtos e serviços que tem como principal ponto de referência, todas as despesas relacionadas a produção do produto ou execução do serviço e a sua venda.

Nesse sentido, por meio de seu cálculo é feito a dedução entre o preço de venda e o preço de custo. Para isso, ele se baseia em três indicadores: 

  • Custos fixos e variáveis do negócio;
  • Custo de produção;
  • Margem de lucro desejada.

Essa é uma estratégia importante, pois possibilita que a empresa consiga obter um preço justo relacionado ao seu produto  ou serviço e ainda conseguir um bom lucro a partir disso. Por isso, ele deve ser utilizado de forma estratégica pelas empresas.

Leia mais: Gestão de folha de pagamento: entenda a importância.

Qual a importância do markup?

O markup é muito importante para empresas não apenas por ajudar na precificação. Mas sobretudo, porque ele oferece ao gestor um conhecimento profundo a respeito dos processos de produção.

Dessa maneira, é possível entender não apenas os custos de cada etapa de manufatura do seu produto, mas também como cada uma delas influencia no preço final e se relaciona com o todo. 

Uma prática comum aos empresários na hora de precificar os seus produtos, é apenas utilizar uma precificação comum. No entanto, isso pode ser um erro que pode afetar o seu faturamento e lucro, visto que, nem sempre o preço padrão do mercado irá cobrir todos os seus custos, por exemplo. 

Além disso, o markup traz mais segurança ao gestor, já que a sua aplicação é relativamente simples e vale tanto para produtos, quanto para serviços. 

No caso de empresas de serviços, ele é importante, pois existem alguns aspectos da precificação que são intangíveis, como o tempo, por exemplo. 

Dessa forma, esta estrategia de precificação oferece um panorama com os custos que muitas vezes não são considerados. 

Quais são os benefícios do markup?

O markup é uma importante estratégia para empresários de todos os portes. Isso porque ele traz uma série de benefícios relacionados a ele. 

Para te ajudar a entender sobre isso, separamos os principais: 

Melhor rentabilidade

Uma precificação feita de forma estratégica protege o lucro da sua empresa. Isso porque, você terá o conhecimento do quanto o seu produto vale. 

Dessa forma, sua margem de lucro sobre as vendas não será prejudicada, uma vez que esse valor já estará incluso no valor final. 

Controle de custos

Ao longo desse artigo, foi ressaltado que o markup tem como um de seus pilares a categorização de todos os seus custos de produção. 

Dessa forma, a identificação de etapas em que existem custos desnecessários faz com que a empresa economize capital. Isso possibilita que a empresa lucre mais por cada venda, ou pratique preços mais competitivos. 

Facilidade na promoção de descontos

O markup também é crucial para que se tenha boas estratégias de descontos e promoções. 

Isso porque, com o cálculo do markup voltado para a precificação,  o empresário ou gestor sabe o desconto máximo que pode ser praticado sem deixar de ter uma margem de lucro mínima.

Agora você pode estar se perguntando: como calcular o markup? Continue nesse artigo e descubra!

Como calcular o markup?

Antes de saber como calcular o markup é preciso entender o que é considerado nesse cálculo. Confira seguir: 

  • Percentual de Despesas Variáveis (DV);
  • Percentual de Despesas Fixas (DF);
  • Margem de Lucro Desejada (MG).

Dessa maneira, o cálculo de Markup é dividido em algumas etapas, sendo:

  • Markup = 100/100 – (DF + DV + ML)

Vale ressaltar que o 100 é o percentual das vendas por unidade. O resultado desse cálculo deve ser multiplicado pelo custo de produção, e o resultado é o preço final ideal para o seu produto. 

Como você pôde perceber, a utilização do markup, é fundamental para que a empresa tenha preços competitivos, sem prescindir da margem de lucro. No entanto, para que a sua precificação seja precisa, conte com o auxílio de uma contabilidade de confiança.

https://w3contabilidade.com.br/contato/

Conheça a W3 Contabilidade!

Agora que você já sabe como fazer o cálculo de markup, conte com o suporte da W3 Contabilidade na hora de fazer a precificação de seus produtos!

Somos um negócio contábil com mais de 35 anos de experiência, que trabalha na execução de rotinas contábeis baseadas em soluções tecnológicas, mas negligenciar a importância de um atendimento 100% humanizado.

Entre em contato e conheça nossos serviços! Gostou do conteúdo? Acesse nosso blog e conheça nossas soluções!

Se deseja conhecer mais a respeito de nossa empresa, nos siga nas redes sociais. 

Continue a leitura: Índices de liquidez: tudo o que você precisa saber para gerenciar o seu negócio.