Skip to content

Como regularizar empresa inapta? Entenda mais sobre o assunto!

Como regularizar empresa inapta? Entenda mais sobre o assunto!

Regularizar uma empresa inapta é um processo vital para sua operação dentro da legalidade e, em alguns casos, pode ser uma tarefa desafiadora. 

Quando uma empresa é classificada como “inapta”, isso significa que ela perdeu sua capacidade de funcionar regularmente perante os órgãos fiscais e governamentais.

Nessa situação, é crucial compreender os passos necessários para regularizar a empresa e restaurar sua regularidade perante a lei. 

Neste artigo, exploraremos o processo de como regularizar uma empresa inapta, esclarecendo os motivos pelos quais uma empresa pode ser classificada dessa forma e fornecendo informações essenciais para compreender melhor esse procedimento.

Confira também: 4 Benefícios Do Planejamento Estratégico para Empresas: O Papel da Contabilidade

Entenda o que significa CNPJ inapto

Regularizar uma empresa inapta é uma situação em que o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) de uma empresa é considerado irregular perante a Receita Federal do Brasil. 

Quando uma empresa possui o CNPJ inapto, significa que ela perdeu sua capacidade de operar regularmente, seja por não cumprir com obrigações fiscais, por não entregar declarações obrigatórias, ou por outros motivos que a tornem irregular perante os órgãos governamentais.

Existem diversos motivos que podem levar uma empresa a ter o CNPJ inapto. Alguns dos principais motivos incluem:

  • Omissão de declarações: se a empresa deixar de entregar obrigações acessórias, como a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF), a Escrituração Fiscal Digital (EFD), entre outras, ela pode ter seu CNPJ inapto.
  • Dívidas fiscais: caso a empresa possua dívidas tributárias, como Imposto de Renda, Contribuição Social, ICMS, entre outros, e não realize os pagamentos ou não negocie os débitos com a Receita Federal, isso pode levar à inaptidão do CNPJ.

 

  • Falta de atividade econômica: se a empresa deixa de apresentar movimentação econômica por um período prolongado e não realiza a devida comunicação de inatividade, o CNPJ pode ser considerado inapto.
  • Problemas cadastrais: erros ou inconsistências nos dados cadastrais da empresa, como endereço desatualizado, podem levar à inaptidão do CNPJ.

Para regularizar uma empresa inapta, é necessário identificar o motivo da inaptidão, regularizar a situação junto à Receita Federal ou ao órgão estadual/municipal competente, e cumprir as obrigações pendentes. 

O processo para regularizar uma empresa inapta pode variar de acordo com a causa da inaptidão e pode envolver o pagamento de débitos, a entrega de declarações em atraso e a correção de eventuais problemas cadastrais.

É importante ressaltar que a regularização do CNPJ inapto é fundamental para que a empresa possa operar legalmente e evitar problemas fiscais e legais. 

Quais as consequências de estar com o CNPJ inapto?

Estar com o CNPJ inapto acarreta uma série de consequências negativas para uma empresa, uma vez que essa condição indica que a empresa está em situação irregular perante a Receita Federal ou o órgão competente do estado ou município. 

Algumas das principais consequências de ter o CNPJ inapto incluem:

Impossibilidade de emissão de notas fiscais

Uma das consequências mais imediatas da inaptidão do CNPJ é a impossibilidade de emitir notas fiscais, o que compromete a capacidade da empresa de realizar operações comerciais de forma regular.

Restrições bancárias

A empresa pode enfrentar restrições na realização de transações bancárias, como abertura de contas, obtenção de financiamentos e movimentação de recursos.

Inabilitação para participação em licitações

Empresas com CNPJ inapto não podem participar de processos de licitação, o que limita suas oportunidades de contratos com órgãos públicos.

Dificuldades na obtenção de crédito

A inaptidão do CNPJ pode dificultar a obtenção de empréstimos ou linhas de crédito junto a instituições financeiras.

Incapacidade de realizar alterações no contrato social

A empresa não pode efetuar alterações no contrato social ou realizar operações societárias enquanto estiver com o CNPJ inapto.

Bloqueio de contas bancárias

Em alguns casos, o CNPJ inapto pode levar ao bloqueio das contas bancárias da empresa, o que impede a movimentação de recursos.

Impedimento de obtenção de certidões negativas

A empresa não consegue obter certidões negativas de débitos fiscais, o que pode ser necessário para comprovar sua regularidade em diferentes situações.

Multa e juros por obrigações não cumpridas

A empresa pode ser penalizada com multas e juros por não cumprir com suas obrigações fiscais, como o pagamento de impostos em atraso.

Suspensão de benefícios fiscais

Se a empresa estiver usufruindo de benefícios fiscais, esses benefícios podem ser suspensos devido à inaptidão do CNPJ.

Possibilidade de exclusão do Simples Nacional

Empresas enquadradas no Simples Nacional podem ser excluídas do regime tributário simplificado se tiverem o CNPJ inapto.

É importante destacar que as consequências exatas da inaptidão do CNPJ podem variar de acordo com a legislação vigente, o tipo de empresa e o motivo da inaptidão

Portanto, é fundamental que a empresa regularize sua situação o mais rápido possível, cumprindo com suas obrigações fiscais e acessórias e tomando as medidas necessárias para reativar seu CNPJ

 

A consulta a um contador ou advogado especializado em questões fiscais é recomendada para auxiliar nesse processo.

Como fazer a regularização de um CNPJ que está inapto por omissão de declaração?

A regularização de uma empresa que está inapta envolve a correção das pendências que levaram à inaptidão do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) junto à Receita Federal ou ao órgão fazendário estadual ou municipal, dependendo da esfera de competência.

Aqui estão os passos gerais para regularizar uma empresa inapta:

  • Identifique o motivo da inaptidão:

Primeiro, você precisa identificar o motivo específico que levou à inaptidão do CNPJ. Isso pode incluir omissão na entrega de declarações, dívidas fiscais, problemas cadastrais, entre outros.

  • Resolva as pendências fiscais:

Se a inaptidão estiver relacionada a dívidas fiscais, é fundamental regularizá-las. Isso pode envolver o pagamento dos débitos ou a negociação de parcelamentos, dependendo da situação.

  • Entregue as declarações em atraso:

Se a inaptidão ocorreu devido à omissão na entrega de declarações, providencie a entrega imediata dessas declarações. Certifique-se de que elas estejam devidamente preenchidas e enviadas aos órgãos competentes.

  • Atualize os dados cadastrais:

Se houver problemas cadastrais, como endereço desatualizado, corrija essas informações junto à Receita Federal ou ao órgão fazendário competente.

  • Acompanhe a situação:

Após tomar as medidas necessárias para resolver as pendências, acompanhe a situação do CNPJ por meio do site da Receita Federal ou do órgão estadual ou municipal competente. Certifique-se de que as pendências foram devidamente baixadas.

  • Obtenha as certidões negativas:

Após regularizar o CNPJ, obtenha as certidões negativas de débitos fiscais e tributários. Essas certidões atestam a situação regular da empresa perante os órgãos competentes.

  • Mantenha a regularidade:

Após regularizar a empresa inapta, é essencial manter a regularidade fiscal e cumprir todas as obrigações tributárias e acessórias nos prazos estabelecidos.

  • Consulte um contador ou advogado especializado:

Em casos mais complexos, é aconselhável consultar um contador ou advogado especializado em questões fiscais para obter orientações detalhadas e garantir que todas as etapas de regularização sejam executadas corretamente.

Lembre-se de que o processo de regularização pode variar de acordo com a natureza das pendências e a legislação vigente em sua região. 

A regularização é crucial para garantir o funcionamento legal da empresa e evitar problemas futuros com as autoridades fiscais.

O caminho para a legalidade

A regularização de empresas inaptas é um processo que demanda atenção, dedicação e conhecimento das obrigações fiscais e legais.

Neste percurso, os empresários devem superar desafios, como a correção de pendências, o pagamento de débitos e a entrega de declarações atrasadas. 

No entanto, é um esforço necessário para manter a empresa em conformidade com a lei, possibilitando o pleno funcionamento, a participação em licitações, o acesso a financiamentos e, acima de tudo, a construção de uma base sólida para o crescimento sustentável

A regularização não é apenas uma obrigação legal, mas também uma demonstração do comprometimento e da responsabilidade da empresa perante a sociedade e o mercado. 

 

Portanto, buscar orientação profissional, conhecer a legislação vigente e agir de forma proativa são passos essenciais nessa jornada rumo à legalidade e ao sucesso empresarial.

https://w3contabilidade.com.br/contato/

📝 Como Regularizar Empresa Inapta: Desvendando o Processo de Regularização! 📊

Ter uma empresa inapta pode ser um problema, mas na W3 Contabilidade, estamos aqui para orientar você sobre como regularizá-la de forma eficaz. Entenda os passos necessários para colocar sua empresa de volta nos trilhos!

💡 Siga-nos nas redes sociais para receber insights valiosos sobre regularização de empresas e outras informações importantes para manter sua empresa em conformidade! 📲

📚 Além disso, visite nosso blog e confira nossos artigos!

📞 Precisa de assistência profissional ou deseja saber mais sobre como podemos ajudar na regularização da sua empresa? Entre em contato conosco agora

Não deixe que a situação de inaptidão atrapalhe seus negócios. Confie na experiência e dedicação da W3 Contabilidade para orientar você no caminho certo.

Leia também: Fechamento Contábil: o que é e quais erros não cometer!